English   |     Deutsch   |     Español   

Agradeça por todas as pequenas e grandes coisas da vida

Toda surpresa é um desafio para confiar na vida do modo que cresça.

dar-gracias768

Você já notou como seus olhos arregalam um pouco mais quando você é surpreendido? É como se você tivesse adormecido, apenas sonhando acordado ou sonâmbulo no meio de alguma atividade rotineira, e você ouve sua música preferida numa rádio, ou olha muito por cima das poças nos estacionamentos e vê um arco íris, ou seu telefone toca, é a voz de um velho amigo, e de repente você está acordado.

Até mesmo uma indesejável surpresa nos abala pela complacência e nos torna vivos. À princípio, podemos não gostar disso, mas olhando para trás, podemos sempre reconhecer isso como um presente. Monotonia é igual ter morrido; surpresa é igual ter vida. De fato, meu nome favorito para Aquele que adoro e sirvo com temor – o único nome que não restringe Deus – É a surpresa.

Neste exato momento, quando eu me lembro de gigantes espirituais que eu tive o privilégio de conhecer – Madre Tereza, Thomas Merton, Dorothy Day, Sua Santidade Dalai Lama – Eu ainda posso sentir a energia vital que eles irradiavam. Mas como eles chegaram à essa vitalidade? Não há falta de surpresas nestas palavras, mas essa vitalidade radiante é rara. O que eu observo é que todas essas pessoas eram profundamente gratas, e então eu entendi o segredo.

A surpresa é uma semente. A gratidão brota quando enfrentamos o desafio da surpresa.
Uma surpresa não nos torna automaticamente ativos. Estar ativo é uma questão de dar e receber, de resposta. Se permitirmos que a surpresa meramente nos confunda, ela vai nos desorientar e atrapalhar nosso crescimento. Em vez disso, cada surpresa é um desafio para confiar na vida de modo que cresça. A surpresa é uma semente. A gratidão brota quando enfrentamos o desafio da surpresa. Os grandes no reino do Espírito são intensamente ativos porque são profundamente gratos.A surpresa é uma semente. A gratidão brota quando enfrentamos o desafio da surpresa.

A gratidão é aprimorada pela prática. Mas por onde os iniciantes deveriam começar? Óbvio que o ponto de partida é a surpresa. Você descobrirá que você pode cultivar as sementes da gratidão apenas criando espaço. Se a surpresa acontece quando algo inesperado aparece, não vamos esperar nada mesmo. Vamos seguir o conselho de Alice Walker. “Não espere nada. Viva moderadamente na surpresa”.

Esperar nada pode significar não ter garantia que seu carro dará partida quando você girar a chave. Experimente isso e você será surpreendido por uma maravilha tecnológica digna de sincera gratidão. Ou você não pode ter emoção no seu trabalho, mas se por um momento você conseguir parar de ter isso como garantido, você vai experimentar a surpresa mesmo de ter um trabalho, enquanto milhões estão desempregados. Se isso fizer você sentir um lampejo de reconhecimento, você será um pouco mais alegre o dia inteiro, e um pouco mais vivo.

Se isso fizer você sentir um lampejo de reconhecimento, você será um pouco mais alegre o dia inteiro, e um pouco mais vivo.
Quando pararmos de dar valor aos nossos próprios corpos nos tornaremos em algumas das coisas mais surpreendentes que existe. Nunca vou deixar de me espantar ao fato de que o meu corpo tanto produz quanto destrói 15 milhões de glóbulos vermelhos a cada segundo. Quinze milhões! Isso é quase o dobro da população da cidade de Nova York. Disseram-me que os vasos sanguíneos do meu corpo, se eles se alinhassem de ponta a ponta, daria uma volta no mundo. Mas o meu coração precisa de apenas um minuto para bombear novamente o meu sangue por meio deste grande filamento. Tem sido assim minuto a minuto, dia após dia, durante os últimos 75 anos e ainda continua a bombear em 100.000 batimentos cardíacos a cada 24 horas. Óbvio que esta é uma questão de vida e morte para mim, ainda não tenho ideia de como isso funciona apesar da minha ignorância.

Eu não sei como meus olhos se adaptam, ainda quando eu cantar à luz de velas elas são 100.000 vezes mais sensível à luz do que quando eu ler ao ar livre na varanda ao meio-dia. Eu não sei como dar instruções aos 35 milhões de glândulas digestivas no estômago para digerir um único morango; felizmente, eles sabem como fazer o seu trabalho sem o meu conselho. Quando eu penso nisso, meu coração se transborda de gratidão quando eu sentar para comer.

Nesses momentos, eu posso identificar com o salmista, que gritou de espanto, “de modo assombroso, e tão maravilhoso fui feito.” (Ps.139:14) A partir daí, é apenas um pequeno passo para ver o universo inteiro, e cada parte dele de maneira surpreendente. Do simples ponto de partida das surpresas diárias, a prática da gratidão leva a estas alturas transcendentais. Thomas Carlyle apontou para esse auge de consciência espiritual, quando escreveu: “A adoração é uma maravilha transcendente.” – a surpresa transcendente.

Irmão David Steindl-Rast

Este artigo foi publicado pela primeira vez na revista Espiritualidade e Saúde, inverno de 2002, páginas 34-37.


  • resposta admin ,

    Mensaje en post de prueba

    Deixe um comentário

    • Quem Somos

      Este site deseja inspirar aqueles que têm a necessidade de abrir o coração para tudo o que pode fazer-nos sentir totalmente vivos. Nos guia, encoraja e inspira o exemplo e os ensinamentos do irmão David Steindl-Rast.